Matéria destaca importância da literatura de cordel para o ensino

A literatura de cordel, forma tradicional da cultura popular, está ganhando cada vez mais espaço nas bibliotecas das escolas da cidade. De baixo custo e fácil acesso à população, os versos tem se transformado em uma ferramenta auxiliar pedagógica das instituições de ensino públicas e privadas. Com a proposta de resgatar aspectos geográficos, pitorescos e culturais do bairro de Candelária, zona sul de Natal, o poeta Manuel de Azevedo lançou um cordel, intitulado "Cordel do Candel - História de Candelária, que narra a história da comunidade, desde a sua fundação e pretende servir de apoio para pesquisas e estudos das escolas presentes no conjunto habitacional. Atuando com educação formal, Candelária tem hoje três escolas públicas, quatro particulares e uma faculdade.

A matéria foi veiculada na edição de sábado, 19 de novembro, no jornal Tribuna do Norte, no caderno Viver. A matéria pode ser lida na íntegra acessando:

tribunadonorte.com.br/noticia/cordel-resgata-historia-do-bairro-candelaria/203196